Como o metaverso impacta a experiência dos clientes?

Metaverso

Tabela de Conteúdo

Sabe aqueles termos que surgem e fazem o maior sucesso no mundo digital? Alguns deles são tão expressivos que ganham os principais noticiários do mundo e geram debates entre especialistas de diferentes áreas. O metaverso é um desses assuntos que movimenta muitos setores e já começa a gerar impactos no relacionamento entre empresas e clientes.

Se você acessou as redes sociais, leu jornais ou assistiu aos telejornais nos últimos meses, certamente já ouviu falar sobre o metaverso. O termo começou a ganhar mais destaque quando Mark Zuckerberg, CEO e fundador do Facebook Inc, anunciou a mudança do nome da empresa para Meta, uma referência direta à tecnologia metaverso que o especialista acredita ser o futuro das relações pessoais e de trabalho.

Para quem ainda não sabe muito bem o que é, qual o objetivo e os impactos do metaverso, principalmente na experiência dos clientes, reunimos na sequência deste artigo algumas informações valiosas que vão te ajudar a entender um pouco mais sobre essa tecnologia que promete ser um dos maiores avanços dos últimos anos. Confira!

O que é metaverso?

Antes de falarmos sobre os impactos do metaverso na experiência dos clientes é preciso, primeiro, entender melhor esse conceito e como ele funciona. De uma forma simples, o metaverso está relacionado a um universo que promove a combinação do mundo real com o mundo virtual. Com ele, espera-se utilizar ferramentas de realidade aumentada e inteligência artificial para quebrar qualquer barreira entre os dois universos.

Tentando deixar esse conceito mais visual, podemos comparar o metaverso com alguns jogos eletrônicos, como The Sims, no qual cada pessoa poderá gerenciar dentro de uma interface digital questões reais do seu dia a dia, como reuniões de trabalho, por exemplo. Segundo Zuckerberg, o projeto funcionará como uma espécie de “internet materializada”, permitindo que as pessoas realizem tarefas habituais de forma virtual.

Apesar de parecer algo ousado e um pouco distante da nossa realidade, o termo metaverso foi citado pela primeira vez na década de 1990, na obra Nevasca, do autor Neal Stephenson. Mas mesmo com toda tecnologia disponível nos dias de hoje, a jornada até que essa estrutura se torne acessível ainda tem muitos caminhos a serem percorridos. Boas atuações no metaverso requerem, por exemplo, uma estrutura de rede bem mais robusta da que está disponível atualmente em boa parte do mundo.

Metaverso e a experiência dos clientes: o que pode mudar?

É importante ressaltar que mudanças como a prometida pelo metaverso costumam impactar fortemente a experiência dos consumidores, se tornando um verdadeiro divisor de águas. Desta forma, tudo o que conhecemos hoje sobre relacionamento com os clientes pode mudar por completo com a chegada do metaverso.

Vamos a um exemplo prático de como pode ser a nossa realidade daqui há alguns meses ou anos. Hoje, muitas marcas investem para oferecer aos clientes uma experiência satisfatória em suas operações online, com vídeos explicativos, tabela de medidas, provador virtual, dicas de como utilizar, entre outros recursos.

Mas, com o metaverso o cliente poderá ter a chance de entrar na loja virtual de verdade, provar os produtos, andar pelas prateleiras e até mesmo interagir com outros clientes que também estão no universo virtual da loja. Tudo sem sair de casa, apenas acessando pelo notebook, tablet ou smartphone.

Vivenciais extremamente reais realizadas no mundo online, esse é o principal impacto que o metaverso poderá trazer para a experiência dos clientes, fazendo com que empresas e consumidores se adaptem a esse novo cenário repleto de facilidades e tecnologia.

No artigo de hoje, mostramos como o metaverso pode impactar a experiência dos clientes em um futuro bem próximo. E se você quer continuar por dentro das principais novidades do mundo tecnológico, não deixe de acompanhar as próximas postagens do nosso blog.

Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on pinterest
Pinterest
Share on linkedin
LinkedIn

Posts Relacionados