O que irá mudar nas instituições educacionais após a pandemia

Desde o início de 2020, o mundo está enfrentando uma crise que nenhum especialista poderia prever: a pandemia de Covid-19. Hoje, com mais de um ano do início das primeiras medidas para conter a propagação do vírus, percebemos mudanças significativas na sociedade.

A forma como interagimos socialmente, a realização de serviços e atividades comuns do dia a dia, o lazer e uma série de outras situações foram transformadas. O digital ganhou um espaço ainda maior na vida das pessoas, se tornando um meio prático e seguro para que todos pudessem seguir com suas tarefas.

Nas instituições educacionais não foi diferente. O ensino remoto e o atendimento digital se tornaram realidade para todos. Do lado dos alunos, foi preciso bastante dedicação para manter a produtividade em tempos de ensino a distância. Já para as instituições educacionais, foi preciso investir em tecnologia e em novos canais e formatos de atendimento aos estudantes.

Mas, qual é a expectativa para o pós-pandemia? As instituições educacionais vão voltar ao formato que tinham antes da Covid-19? Os canais digitais seguirão fortes? O ensino remoto é uma tendência que já se consolidou no Brasil?

Se você também tem essas e outras dúvidas sobre o futuro das instituições educacionais após a pandemia, continue acompanhando esse artigo e confira algumas reflexões importantes sobre o tema.

 

O cenário atual

Como mencionado no início, a pandemia forçou todas as instituições educacionais ao redor do mundo a investir ou ao menos testar as centenas de ferramentas tecnológicas disponíveis no mercado. Além de melhorar o aprendizado a distância dos estudantes, oferecendo a eles recursos de qualidade durante as aulas, as empresas do mercado de educação também tiveram que modernizar o relacionamento com o seu público.

Mesmo o cenário atual sendo nada favorável e cheio de incertezas, a pandemia trouxe para as instituições educacionais um avanço importante. O setor é um dos mais resistentes a mudanças e novas tecnologias, principalmente as empresas que atuam na educação básica. Com a pandemia, todos tiveram que se movimentar em busca de melhorias e hoje já estão percebendo que o digital pode e deve ser um aliado por muitos e muitos anos.

 

Instituições educacionais: soluções digitais seguirão fortes após a pandemia 

Os períodos de mudança, conhecimento e adaptação já foram superados pelos alunos e instituições educacionais. Hoje, vivemos a fase de entender os pontos a melhorar e projetar o futuro pensando no pós-pandemia.

Uma coisa é certa, esses investimentos em tecnologia devem permanecer e se consolidar ainda mais nos próximos anos. O ensino remoto será uma alternativa bastante valiosa para alunos com rotina agitada e que precisam conciliar trabalho, família e estudos e ainda economizar. Já para as instituições educacionais, o uso de soluções digitais tanto na aula quanto no atendimento de qualidade dos estudantes também tende a ser algo contínuo.

Por meio de plataformas omnichannel, por exemplo, as instituições podem gerenciar diferentes canais digitais e integrá-los em um único sistema. Todo o atendimento via chat, e-mail, telefone, redes sociais, bots, entre outros meios, ficará registrado e o estudante terá acesso a uma interação rápida, eficaz e conclusiva.

Seja para questões pedagógicas, financeiras, vestibular ou suporte, uma solução omnichannel completa é capaz de garantir um atendimento de excelência para os estudantes, colocando as instituições educacionais em um patamar diferenciado também no pós-pandemia.

Apresentamos no artigo de hoje o que irá mudar nas instituições educacionais após a pandemia, focando principalmente no uso da tecnologia e das soluções digitais para garantir uma experiência completa aos estudantes.

Ofereça atendimento ao cliente personalizado e sem esforço.

SOLICITAR UMA DEMONSTRAÇÃO ASSISTIR VÍDEO DEMONSTRATIVO