A cada ano que passa, percebemos um aumento significativo no empreendedorismo feminino no Brasil e no mundo. As mulheres estão lutando há décadas pela equidade de gênero no mercado de trabalho e muitas delas enxergaram no empreendedorismo a oportunidade de trabalhar com o que ama e conquistar a tão sonhada liberdade financeira.

O empreendedorismo feminino muitas vezes acontece por necessidade, ou seja, devido à falta de emprego ou por conta de condições familiares que colocam a família em situação de vulnerabilidade. Independentemente da causa inicial, é preciso destacar que as mulheres que encaram essa jornada geralmente saem fortes e vitoriosas, conseguindo transformar suas vidas.

No artigo de hoje, reunimos algumas informações importantes sobre como o empreendedorismo feminino mudou o mundo e como as mulheres estão dando um novo ar para o universo dos negócios que por anos foi dominado pelos homens. Confira!

Empreendedorismo feminino movimenta economia nacional

Nos últimos anos, o empreendedorismo de uma forma geral cresceu consideravelmente no Brasil. Em 2020, durante a pandemia de Covid-19, o número de novos negócios alcançou um recorde: cerca de 14 milhões de brasileiros se tornaram empreendedores, segundo relatório do Global Entrepreneurship Monitor (GEM) 2020.

E claro que as mulheres têm uma parcela considerável nesse novo mercado. Ainda segundo o Global Entrepreneurship Monitor, o Brasil conta com 30 milhões de empreendedoras atualmente. Esse número é equivalente a quase metade do mercado empreendedor (48,7%). De acordo com dados da Rede Mulher Empreendedora, em 2020 o empreendedorismo brasileiro cresceu 40%.

Principais desafios enfrentados pelas mulheres empreendedoras

Apesar do número crescente do empreendedorismo feminino no Brasil e também no mundo, a trajetória das mulheres nem sempre é fácil. Além de todos os desafios que os empreendedores enfrentam, independentemente do gênero, há também pontos que costumam tornar a jornada das empresárias ainda mais complexa.

Preconceito: o fato de ser uma mulher no comando de um negócio, seja ele de micro ou grande porte, ainda é motivo para preconceito. Por mais que existam avanços importantes rumo à equidade de gênero, as mulheres costumam enfrentar obstáculos que nem sempre fazem parte da rotina dos empreendedores homens.

Dupla jornada: é bastante comum encontrar mulheres que atuam no empreendedorismo feminino, são mães, responsáveis pelos cuidados com a casa e, em alguns casos, até possuem um emprego formal. Conciliar todos os papéis é uma tarefa desafiadora.

Cobrança excessiva: justamente por ter o preconceito ainda tão presente na sociedade e a ideia enraizada de que é preciso dar conta de tudo sempre causa nas mulheres uma cobrança excessiva, seja nos negócios ou nos assuntos pessoais. Reconhecer seu potencial e os limites para uma vida saudável, produtiva e feliz é fundamental para que as empresárias continuem alcançando voos cada vez mais altos.

No artigo de hoje, abordamos alguns pontos que mostram a força do empreendedorismo feminino, que ano a ano vêm transformando vidas e oferecendo novas oportunidades para milhares de mulheres ao redor do mundo.

Para continuar por dentro dos principais assuntos relacionados ao universo dos negócios, tecnologia e gestão, não deixe de acompanhar as próximas postagens do nosso blog!

Leave a Reply

Ofereça atendimento ao cliente personalizado e sem esforço.

SOLICITAR UMA DEMONSTRAÇÃO ASSISTIR VÍDEO DEMONSTRATIVO