A utilização da tecnologia no dia a dia já não é uma novidade. Dispositivos móveis fazem parte da rotina de milhares de brasileiros e são utilizados para diversas finalidades, do entretenimento ao trabalho. Mas, até mesmo o uso da tecnologia foi impactado nos últimos meses quando a sociedade se viu diante do chamado “novo normal”.

Com uma série de restrições e novas necessidades de consumo e interação, as pessoas passaram a enxergar a tecnologia como uma facilitadora para questões básicas do dia a dia. Do outro lado, para atender às novas demandas do público, as empresas precisaram acelerar o processo de transformação digital, investindo cada vez mais no “fisital”.

Se você ainda não conhece esse conceito e quer entender melhor como ele impacta no “novo normal”, continue acompanhando esse artigo e confira as principais informações sobre o tema.

 

Físico ou digital? O mundo é fisital!

Como mencionado no início, 2020 foi um ano de muitas mudanças para consumidores e empresas. Diante de uma situação totalmente nova, os dois lados precisaram se reinventar para ter suas necessidades supridas. Um dos pontos de maior destaque nesse processo foi a migração de operações físicas para o mundo digital.

As restrições fizeram com que pessoas que utilizavam a tecnologia apenas em ações pontuais, como para conferir as redes sociais, começassem a incluir esse recurso em situações rotineiras, como para fazer compras no supermercado via aplicativo móvel.

O formato de compra online e retirada em sistema drive-thru, por exemplo, se intensificou bastante nos últimos meses e é uma amostra clara de como a junção físico e digital, o fisital, veio para ficar. Não se trata de preferir um formato ou outro, mas sim de unir o que o melhor dos dois mundos tem para oferecer.

 

Mas, como o fisital impacta os negócios no novo normal?

Agora que você já entende um pouco melhor a proposta do fisital, vamos mostrar como esse conceito pode impactar na prática os negócios no novo normal. As empresas que investem em transformação digital sabem que nem tudo será digitalizado, até porque essa não seria a melhor estratégia para atrair e reter os consumidores.

Entretanto, diversas etapas podem passar por um processo de junção, o fisital, proporcionando ganhos expressivos para clientes e empreendedores. Focando nos benefícios empresariais, o fisital permite que as marcas comecem a desenvolver ações em que o físico gera uma experiência positiva aos clientes, enquanto o digital fica responsável por consolidar as relações de consumo.

Nessa proposta, a junção do digital nos processos tradicionalmente físicos e na construção de um relacionamento de valor gera para as empresas uma significativa redução de custos, melhora a escala e coloca o negócio em um patamar diferenciado de inovação. Vale destacar, também, a gestão inteligente dos estoques, a diminuição de espaço físico para as operações e a concentração da empresa na experiência do consumidor.

No artigo de hoje, mostramos o que é fisital e como esse conceito se tornou fundamental para as empresas e clientes nesse novo normal. Para continuar por dentro de temas relacionados à inovação, confira também em nosso blog o post que mostra o que muda na relação entre marca e consumidor na transformação digital.

Ofereça atendimento ao cliente personalizado e sem esforço.

SOLICITAR UMA DEMONSTRAÇÃO ASSISTIR VÍDEO DEMONSTRATIVO