4 dicas do que fazer quando o CRM gratuito já não atende a sua empresa

4 dicas do que fazer quando o CRM gratuito já não atende a sua empresa

Tabela de Conteúdo

A meta de grande parte dos empreendedores é criar uma empresa com potencial de crescimento. Por isso, logo no começo da operação é comum os gestores buscarem formas eficazes de otimizar tarefas e reduzir os custos mensais. Nesse cenário, muitas empresas optam pelo CRM gratuito.

Essa ferramenta focada no relacionamento entre marcas e clientes é uma grande aliada dos novos negócios, pois é capaz de estruturar informações de áreas como vendas, atendimento e marketing. Há no mercado opções de CRM gratuito que oferecem aos empreendedores boas funcionalidades nesse início de operação.

Mas, a tendência é que com o passar do tempo e desenvolvimento da empresa, o CRM gratuito comece a ficar limitado e não atender as necessidades da operação. Se você está passando por esse momento, confira a seguir 4 dicas do que fazer quando o CRM gratuito já não corresponde às demandas do seu negócio.

1. Conheça outras plataformas disponíveis no mercado

Bom, você já tem um CRM gratuito em sua empresa, mas vem sentindo que a ferramenta tem muitas limitações ou já não oferece o que a sua companhia precisa? Antes de abandonar o seu CRM grátis, a dica é fazer uma pesquisa detalhada para conhecer as plataformas disponíveis no mercado.

A internet é sua aliada nesse processo, pois com pesquisas nos principais buscadores você irá encontrar várias opções de CRMs mais robustos. Vale também conversar com outros empreendedores que já optaram pelas versões pagas para conhecer a experiência deles com as plataformas.

2. Solicite demonstrações práticas

Depois da pesquisa, é importante que você tenha uma listinha com os sistemas que mais chamaram a sua atenção, pois é hora de conhecê-los melhor. Muitas empresas oferecem a possibilidade do cliente conferir algumas demonstrações práticas do CRM. Essa é uma ótima oportunidade de conferir todos os detalhes do sistema e entender o seu funcionamento no dia a dia.

Por meio dessas demonstrações, também é mais fácil entender se o seu CRM grátis está defasado, já que você conhecerá os recursos oferecidos pelas plataformas mais completas do mercado.

3. Faça um comparativo entre o CRM gratuito e as versões pagas

Ao chegar nesse ponto, você provavelmente está pensando seriamente em abandonar o seu CRM gratuito. Então, para não ter dúvidas, a dica é fazer um comparativo entre o CRM gratuito e a versão paga que despertou o seu interesse.

Se for mais fácil para você visualizar, pegue uma folha de papel, dividida em duas partes e liste lado a lado o que cada versão tem de pontos positivos e pontos negativos. Aqui você já terá uma boa ideia de qual ferramenta ajudará a impulsionar o seu negócio. Não se esqueça de colocar os custos envolvidos na versão paga, pois dependendo da realidade financeira da sua empresa, esse pode ser um ponto a considerar antes de deixar o CRM gratuito no passado.

4. Escolha o CRM que irá contribuir para o crescimento da sua empresa

Como mencionado no tópico acima, no comparativo das duas plataformas (grátis e paga) você perceberá que um CRM completo é fundamental para fazer a sua empresa continuar crescendo. Por meio dos recursos projetados com o que há de melhor em tecnologia, o seu negócio ganhará um parceiro estratégico para fortalecer as operações de vendas, atendimento e marketing.

E se você já decidiu que chegou a hora de investir em sua empresa e deixar o CRM gratuito de lado, clique aqui e solicite uma demonstração do Dialugo, CRM desenvolvido pela GVP.

Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on pinterest
Pinterest
Share on linkedin
LinkedIn

Posts Relacionados